Emulsão Asfáltica modificada por polímeros

A fabricação de emulsões asfálticas, assim como outras áreas da engenharia, passa por avanços tecnológicos que permitem agregar ainda mais qualidade na execução de serviços de pavimentação executados com este tipo de ligante.
A evolução das emulsões asfálticas não se deu só no tocante à melhoria de performance sob a ótica de incorporação dos polímeros, mas também graças à evolução dos emulsificantes utilizados na produção dessas emulsões.
Com o advento da modificação dos asfaltos por polímeros e por conseqüência das emulsões asfálticas, também modificadas por polímeros, os serviços de pavimentação outrora executados com emulsões tradicionais tornaram-se passíveis de serem executados com emulsões asfálticas modificadas, permitindo que as emulsões passassem a ser utilizadas em situações mais severas de tráfego.
Deste modo a aplicação de emulsões asfálticas ficou ainda mais abrangente, interagindo em domínios que anteriormente eram restritos apenas às misturas a quente. Abaixo listamos os tipos de emulsões modificadas produzidas e comercializadas pela GRECA ASFALTOS e suas principais aplicações.
Atualmente a GRECA ASFALTOS fabrica emulsões modificadas por polímeros tipo SBR (estireno-butadieno-rubber) e SBS (estireno-butadieno-estireno) para todos os tipos de serviços, emulsões estas que atendem especificações nacionais e internacionais para este tipo de material.

Leia a matéria completa no informativo Fatos&Asfaltos nº8

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *