QRA Pantera cor-de-rosa, a primeira motorista da GRECA Asfaltos

QRA Pantera cor-de-rosa, a primeira motorista da GRECA Asfaltos

Capas dos bancos, cortinas, chapéu de caubói, filtro dos sonhos… em meio ao tom laranja dos caminhões da GRECA, os detalhes em rosa se destacam. Na boleia, Sueli, a primeira mulher a fazer parte do time de motoristas da GRECA Asfaltos.

Motorista, esposa, mãe e avó, Sueli é uma mulher que já fez de tudo. Decoradora de festas, cinegrafista, fotógrafa, professora e acadêmica de direito. E, hoje, divide a vida na estrada com os dias em família e o gosto por carros antigos.

Enquanto fazia uma pausa durante a descarga da carreta, aproveitamos para conversar com ela sobre seu estilo e também descobrir como é trabalhar num ambiente ainda visto como essencialmente masculino.

Sueli mostra com orgulho a cabine do caminhão.

Sueli conta que, apesar do próprio caminhão ser algo mais “bruto”, é na personalização da cabine que ela registra toda a sua feminilidade. Afinal, o caminhão acaba se tornando uma extensão da própria casa. Não é à toa que seu codinome nas estradas é Pantera cor-de-rosa.

Quanto mais pink, melhor! A ideia é aparecer de longe.”

E não pense que Sueli terceirizou a montagem da cabine! Toda a personalização foi ela mesma quem preparou. Uma habilidade que desenvolveu praticando um hobby muito especial: a recuperação de carros antigos.

Como motorista, mesmo trabalhando num ambiente ainda masculino, Sueli conta que não existem grandes dificuldades no dia a dia. Complicado mesmo é a falta de banheiro feminino em alguns postos e paradas nas viagens.

Entretanto, em empregos anteriores, passou por momentos onde outros motoristas deixavam claro o preconceito contra uma mulher na direção. Já na GRECA Asfaltos, sente-se confortável com o ambiente muito mais favorável. Ela ressalta o respeito de todos.

No momento, Sueli está atuando nos trajetos entre a unidade e a Refinaria Presidente Getúlio Vargas – REPAR. Mas recebe incentivos dos colegas que esperam logo vê-la nas grandes viagens. Além do apoio recebido, é comum ver os outros motoristas tirando fotos do caminhão para compartilhar com as esposas.

Ser mulher é ser batalhadora, enfrentar a vida de cabeça erguida, não se deixar ser humilhada e nem rebaixada por ninguém e mostrar a capacidade que você tem de viver tua vida.”

E para as mulheres que desejam seguir a carreira de motorista, Sueli deixa um recado: “Eu sempre incentivo as mulheres a seguirem seus sonhos, a não desistirem. Se você vai batalhar você vai conseguir. Quando você quer muito alguma coisa todo universo conspira a teu favor.”